Bocaina é uma simpática cidade que possuem vários casarões antigos que foram construídos na época da cafeicultura. A principal característica das quedas d´água da Serra a Bocaina é a imponência das quedas Vários músicos de reúnem e a Banda Carlos Gomes (criada pelo maestro Tulio Ghiselli) saem pelas ruas da cidade, de manhã bem cedo, acordando os munícipes, ao som de  tradicionais cantigas, como o Hino do Trabalhador, de origem italiana, marchinhas, dobrados. Algumas famílias oferecem café da manhã à banda e seus seguidores, no decorrer do trajeto, que hoje é feito de ônibus, devido ao crescimento da cidade. Em junho Bocaina festeja o seu padroeiro, São João Batista. Na noite de 23 para o dia 24 à meia noite, devotos passam descalços sobre o braseiro de uma grande fogueira, atualmente acesa em frente à Igreja Matriz. A tradicional e consagrada Festa de São João Batista começa na segunda quinzena de junho e termina em meados de julho.  A igreja Matriz de São João Batista, em Bocaina, é depositária de 13 telas sacras do pintor Benedito Calixto de Jesus. Natural de Itanhaém, Benedito Calixto pintou as telas de Bocaina em 1924 e 1925, e consta que foram seus últimos trabalhos. As telas foram recentemente restauradas e estão tombadas pelo Patrimônio Histórico do Estado de São Paulo. O município pertence à Diocese de São Carlos. A Serra da Bocaina mantém preservados seus dois grandes tesouros: a natureza exuberante e o clima de paz. Mesmo esparramando-se por concorridas cidades dos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo, como Paraty, Angra dos Reis e Ubatuba, tem a harmonia garantida pelo fato de abrigar um parque nacional e, principalmente, pelo difícil acesso. Bocaina com as suas pousadas charmosas, instaladas nas fazendas de café da região. Algumas abrem as portas de seus restaurantes para não hóspedes, com as receitas caipiras preparadas no fogão à lenha e também pratos à base de trutas,  preservando suntuosos casarões em estilos colonial e neoclássico. A Serra da Bocaina giram em torno do Parque Estadual. Ocupando uma área de mais de cem mil hectares entre Rio de Janeiro e São Paulo, a reserva abriga cachoeiras, picos e praias, além de exemplares típicos da flora e da fauna da Mata Atlântica. Um dos cartões-postais da região é a Trilha do Ouro, usada nos séculos 18 e 19 para transportar o metal extraído em Minas para o porto de Parati. São 40 quilômetros de caminhada, vencidos em três dias de muita aventura. A principal característica das quedas d´água da Serra a Bocaina é a imponência das quedas. Uma das mais bonitas do parque, a do Veado, chega a cem metros - o acesso, porém, é que não é dos mais simples, exigindo dois dias de caminhada pela Trilha do Ouro.  As cachoeiras, como a do Veado, com mais de cem metros de quedas; picos com mais de dois mil metros de altitude e que descortinam morros e mar; paisagens coloridas por tucanos e orquídeas; e trilhas que exigem disposição - uma delas é a do Ouro, considerada uma das mais interessantes do país e percorrida em três dias de caminhada em meio a pedaços da história.

Hospedagem em Bocaina - SP





CONFIRA TAMBÉM TODAS AS OPÇÕES DE GASTRONOMIA EM Bocaina - SP



Você está na página 1 de 1
 Fazenda Santa Teresa Hotel & SPA

Fazenda Santa Teresa Hotel & SPA

(14) 3141-0080
Rodovia SP-255 - Km 130, s/nº - Zona Rural - CEP: 13590-000
Bocaina / SP
Saiba Mais

Aspen Hotel

Aspen Hotel

(14) 3666-3396
Alameda Angélicas, 292 - CEP: 17240-000
Bocaina / SP
Saiba Mais

HOTEL TROPICAL

HOTEL TROPICAL

(14) 3666-1278
R. Doutor Emílio Casasco , 511 - Centro - CEP: 17240-000
Bocaina / SP
Saiba Mais


Você está na página 1 de 1

PARCEIROS

Contatos

São Paulo/SP
Rua Martins Fontes, 330 - SALA BRAZIL
Centro - CEP: 01303-030
+55 (11) 3260-8488
+55 (11) 99679-7756

contato@guiadoturismobrasil.com

Rede Social


R J Publicidade e Marketing Ltda
CNPJ: 18.780.295/0001-21

© Copyright 2019 - Guia do Turismo Brasil | Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: DIGITATOS