Notícias

Sesc Ipiranga mescla música e poesia em shows comandados por Nô Stopa e Arthur Nogueira

Foto: Divulgação 
Artista paulistana convida seu pai, Zé Geraldo, e Fernando Anitelli para cantar o disco ‘Manifesto Poesia’. Arthur Nogueira musicaliza poemas de Antonio Cícero

O encontro entre música e poesia já é uma marca da programação do Sesc Ipiranga. A unidade recebe duas atrações - entre o final de junho e começo de julho - que trazem essa mistura. A primeira delas é o show “Manifesto Poesia”, da cantora paulista Nô Stopa, ao lado de Zé Geraldo e Fernando Anitelli, criador da banda O Teatro Mágico; a segunda apresentação, por sua vez, é fruto da parceria entre o cantor Arthur Nogueira e o poeta Antonio Cícero.

Uma celebração da palavra como meio de expressão, o show “Manifesto Poesia”, de Nô Stopa, mistura sonoridades do folk brasileiro, pop e balada. O espetáculo ocupa o teatro da unidade nos dias 30 de junho e 1º de julho, às 21h, com ingressos vendidos por até R$20. Com repertório que integra sonoridades do folk brasileiro, pop e balada, serão apresentadas faixas do terceiro disco da compositora, “Manifesto Poesia” (2015), tais como “Do que é feito o poema”, “Segue”, “Quente”, “Próxima estação”, “Tô na tua”, “Sala de Estar”, “Canto do Povo e do Mar de Minas”, “Leve minha asa” e “Rua do jardim e da vida inteira”.

Com quase 18 anos de carreira, Nô começou nas artes como bailarina e artista circense. Sua estreia na música se deu com participação no disco “O Novo Amanhece” (1999), de Zé Geraldo, que é pai dela, e Renato Teixeira. Já o primeiro encontro com Anitelli aconteceu em 2003, quando ela participou como performer, compositora e cantora em “Entrada Para Raros”, trabalho inaugural d’O Teatro Mágico. Desde então, os dois compuseram várias canções juntos.
O disco que dá base ao show no Sesc Ipiranga, inclusive, foi produzido por Anitelli. Nas apresentações, os três são acompanhados por Wilson Teixeira (viola, violão e voz) e Zeca Loureiro (violão, bandolim e voz).

Nogueira encontra Cícero
A diversidade e a miscigenação lingüística como marcas de um novo tempo nas artes são a singela pretensão teórica que cabe à obra do jovem cantor e compositor paraense Arthur Nogueira. Ao lado do consagrado poeta carioca Antonio Cícero, com quem compôs várias canções, o músico relembra sucessos que marcaram sua carreira no dia 2 de julho, a partir das 18h.
As canções revisitados na apresentação pertencem ao álbum ‘Presente (Antonio Cícero 70)’, projeto idealizado pelo DJ Zé Pedro para comemorar os 70 anos do poeta, trazendo releituras de grandes sucessos e novas canções criadas pela dupla. O repertório inclui os clássicos “Inverno” (Adriana Calcanhotto e Antonio Cicero) e “O Último Romântico” (Lulu Santos, Sérgio Souza e Antonio Cicero), além da nova música “Antigo Verão (Embarque para Citera)”.  

Vale destacar a boa recepção da crítica ao trabalho de Arthur Nogueira, movimento que tomou forma ainda mais consistente a partir da bem-vinda mistura dos impulsos introspectivos do artista com batidas eletrônicas e sintetizadores, artifícios provenientes, em grande parte, da produção de Arthur Kunz (membro do duo paraense Strobo). A faixa-título do disco ‘Sem Medo Nem Esperança’ (2015) foi gravada por Gal Costa no álbum Estratosférica.
A parceria de Arthur e Cicero foi iniciada em 2005, quando o paraense, então com 16 anos, musicou o soneto “Onda”, do livro “Guardar” (1996).  Outro trabalho da dupla foi a publicação do livro “Encontros | Antonio Cicero” (2013), organizado por Arthur, que reúne entrevistas concedidas por Cicero entre 1985 e 2013.

Projeto Contaminações
As duas apresentações (Nô Stopa e Arthur Nogueira) integram a programação da Exposição Contaminações, que tem por objetivo principal mostrar como (e o quanto) obras literárias brasileiras contemporâneas são contaminadas por outras obras de linguagens artísticas distintas, como artes visuais, cinema, música, entre outras. O show de Arthur Nogueira encerra as atividades do projeto neste ciclo.

Manifesto Poesia, de Nô Stopa, com Zé Geraldo e Fernando Anitelli
Dias 30/6 e 1º/7, às 21, Teatro (200 lugares);
Ingressos: R$ 20,00 / R$ 10,00 (meia) / R$ 6,00 (credencial plena).
Arthur Nogueira - Participação de Antonio Cícero
Dia 2/07, às 18h, Teatro (200 lugares)
Ingressos: R$ 20,00 Inteira) / R$10,00 (meia) / R$6,00 (credencial plena)
Sesc Ipiranga
Rua Bom Pastor, 822 – Ipiranga
Telefone – (11) 3340-2000 
Acesso para deficientes físicos
Não há estacionamento
Ingressos à venda pelo portal www.sescsp.org.br ou nas bilheterias das unidades
Bilheteria Sesc Ipiranga - Terça a sexta das 12h às 21h; sábados, das 10h às 21h30; domingos e feriados, das 10h às 18h 

Clique aqui e conheça São Paulo- SP

Clique aqui e conheça o Roteiro das Capitais do Brasil- BR

Com edição de Julia Marques
PARCEIROS

Contatos

São Paulo/SP
Rua Martins Fontes, 330 - SALA BRAZIL
Centro - CEP: 01303-030
+55 (11) 3260-8488
+55 (11) 99679-7756

contato@guiadoturismobrasil.com

Rede Social


R J Publicidade e Marketing Ltda
CNPJ: 18.780.295/0001-21

© Copyright 2020 - Guia do Turismo Brasil | Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: DIGITATOS