Notícias

PRIMEIRA ROTA DO A350 NA SINGAPORE AIRLINES COMEÇA HOJE

De Cingapura a Nova York, o voo mais longo do mundo 
quase 20 horas abordo

Começou nesta quinta (11 de outubro) aquele que passa a ser o voo direto mais longo do mundo, com  o primeiro dos sete aviões A350 adquiridos pela companhia da cidade-estado, uma das mais categorizadas no transporte aéreo internacional. A estréia é com a viagem de 16.700 kms e  duração de 18h45, desde Cingapura, no Changi até o aeroporto de Newark, em Nova York.

A comemoração se justifica. É um dos  mais avançados na projeção de voos do futuro. O A350 oferece uma mudança 25% na eficiência de combustível e um custo de assento por quilômetro 25% menor em comparação com a aeronave concorrente.  Gera 25% menos emissões de CO2 e o mais silencioso de todos os aviões de corredor duplo.  
Requer  40%  a menos de manutenção. 70% da estrutura da aeronave é feita de materiais avançados que combinam compostos (53%), titânio e ligas de alumínio modernas. A Airbus afirma que o A350 XWB oferece uma cabine mais silenciosa em comparação com o Boeing 787.

A aeronave é configurada em duas classes, com 67 assentos na  Executiva e 94 assentos na Econômica Premium.
No entretenimento, a Singapore Airlines adicionou 200 horas de filmes e programas de TV com mais de 1000 horas de conteúdo.
Na Econômica Premium, os passageiros receberão três refeições durante o voo, enquanto os da  Executiva terão duas refeições principais e um menu de refrescos non-stop durante todo o tempo.
Cuidar dos passageiros será função de 13 tripulantes de cabine, tripulações que terão quatro horas de folga durante o vôo.

Para o longo voo há dois conjuntos de pilotos e depois da chegada nos EUA, eles têm três dias de folga antes do vôo de volta. E antes do A350 partir de Cingapura, eles devem ter 48 horas de folga. 

Os dois primeiros A350-900ULRs serão utilizados no lançamento dos serviços de Cingapura-NovaYork, enquanto as subseqüentes serão  para os serviços de Cingapura-Los Angeles a partir de 2 de novembro, bem como para aumentar a frequência na rota Cingapura-São Francisco . 

Aeroporto Internacional de Changi em Cingapura considerado entre os melhores do mundo.


Até o final de 2018, a companhia ligará Cingapura e os Estados Unidos com 27 vôos semanais sem escalas. Um salto quântico de qualidade comparado ao inicio destas rotas sem escalas, 14 anos atrás.
Uma aeronave que trilha uma rota de sucesso pleno, tanto que já teve 188 unidades entregues a 19 empresas, em um total de 890 pedidos firmes de 46 clientes. O primeiro A350-900 foi entregue à Qatar Airways em 22 de dezembro de 2014  e passou a operar a rota entre Doha e Frankfurt.
A Qatar estava liderando até então a proeza do voo direto mais longo com a rota entre Doha e Auckland, na Nova Zelandia, com 17h15 e 14.200 kms.

NR > Este voo inaugural foi realizado com sucesso e dentro das operações previstas. Estavam a bordo 161 passageiros, 67 na Bussiness, 94 na Premium Economica. A operação regular da Singapore começará no proximo dia 18.

Edição Antonio Euryco

Contatos

São Paulo/SP
Rua Martins Fontes, 330 - SALA BRAZIL
Centro - CEP: 01303-030
+55 (11) 3260-8488
+55 (11) 99679-7756

contato@guiadoturismobrasil.com

Rede Social


R J Publicidade e Marketing Ltda
CNPJ: 18.780.295/0001-21

© Copyright 2018 - Guia do Turismo Brasil | Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: DIGITATOS