Notícias

PERU REDUZ ORÇAMENTO DO TURISMO

Um péssimo exemplo para um Pais que teve crescimento com 
média de 7,4% nos últimos anos e poderá perder mais de 80 milhões de soles na receita

Apontado como recente exemplo de sucesso no movimento internacional da indústria turística, especialmente pela questão gastronômica, além de atrativos únicos como Machu Picchu e a cultura inca, o setor recebeu um duro golpe com a decisão anunciada pelo governo e o Ministério da Economia e Finanças do Peru. Uma redução no orçamento para 2019,apesar do reconhecimento de que é uma das atividades com maior potencial de desenvolvimento sendo a terceira maior fonte de divisas para o pais.
O turismo peruano esteve no azul apesar das dificuldades do mercado, da desaceleração econômica e dos conflitos sociais. O ministro Rogers Valencia confirmou o corte de 10% no geral e os recursos para desenvolvimento do turismo interno em 15%.  A redução atinge também a PromPerú, a Cenfotur e os governos regionais e locais.

Lima a capital de Peru

O próprio ministério da Economia reconhece que o turismo é um dos setores que mais crescem com uma média anual de 7,4% nos últimos cinco anos e na chegada de visitantes estrangeiros e de 4,22% no turismo interno 
O Ministério do Comércio Exterior e Turismo (Mincetur) indica que o turismo receptivo cresceu 8% durante 2017 e o influxo de moeda estrangeira para este conceito aumentou 6%. Além disso, projeta uma variação positiva de 9% a 10% para este ano e para o próximo.

O Peru projeta que neste ano de 2018  vai ter 4,4 milhões de turistas internacionais e para  2019 projetada a chegada de 4,79 milhões de visitantes estrangeiros. Areceita prevista neste receptivo é de US$ 4,9 milhões, subido para US$ 5,3 no próximo
No turismo doméstico 45,5 milhões de viagens em todo o país e 47,7 milhões em 2019 Além disso, o setor gerou 1,3 milhão de empregos este ano e, no próximo ano fiscal, chegará a 1,4 milhão de empregos.
OS CORTES 
O projeto apresentado pelo Executivo ao Congresso, no orçamento 2019 é de   168,074 milhões, dos quais menos de 0,4% correspondem à Mincetur e apenas 0,3% serão destinados ao desenvolvimento do turismo nacional. Este ano o orçamento total da licitação foi de S / 599,1 milhões.

Na EXPO 2018 realizada em São Paulo, a Prom Peru teve participação destacada ja que o Brasil representa um dos principais emissores para o turismo peruano. Sera que a promoção vai continuar?
Dissecando os numeros, o reajuste por instituição será de -13,8% para o Mincetur, e -3,5% para o PromPerú (S / 7.060.591 a menos) e -2,2% para o Cenfotur (S / 464.524 a menos).
O orçamento de turismo do setor público nos três níveis de governo (nacional, regional e local) foi estabelecido em S / 443.095.529 para 2019, inferior em 15,9% em comparação com S / 527.120.315 este ano. A diferença supera os 84 milhões de soles que o setor de turismo perderá.

Edição Antonio Euryco

Contatos

São Paulo/SP
Rua Martins Fontes, 330 - SALA BRAZIL
Centro - CEP: 01303-030
+55 (11) 3260-8488
+55 (11) 99679-7756

contato@guiadoturismobrasil.com

Rede Social


R J Publicidade e Marketing Ltda
CNPJ: 18.780.295/0001-21

© Copyright 2018 - Guia do Turismo Brasil | Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: DIGITATOS