Notícias

NA FESTA DA MAIOR REGATA DO MUNDO, SITUAÇÃO DA ALITALIA ENTROU EM CENA

Governo italiano pretende reestatizar a companhia e para tal pode ser com a rede ferroviária do pais

Uma passagem avião-trem que permita viajar por todo o pais. É pensando neste formato que o governo da Italia elaborou um dossiê que poderá permitir uma nova e surpreendente solução para a companhia aérea que está sob intervenção desde maio do ano passado. 
A Ferrovie Dello Stato poderia entrar como nova capitalizadora da companhia que voltaria a ser a de bandeira e teria como foco capitalizar o serviço do pais no turismo cultural, comércial, de negócios e lazer. Assim pensam alguns integrantes do ministério. A empresa ferroviaria ficaria com capital de 10% a 20%, o governo como acionista majoritário e a parceria de industrias e empresários internacionais.


Esta nova composição - que revolucionaria totalmente a situação da Alitalia - tem que ser decidida nos próximos dias. Até o final do mes (31/10) vai o prazo para a venda e quase no final do ano (15/12) será o da restituição de 900 milhões de euros que foi o empréstimo-ponte feito pelo governo  para a sobrevivência da empresa aérea.
Atualmente sob a intervenção de uma junta diretiva, a companhia voltou a apresentar lucros administrativos no ultimo trimestre, isto depois de muito tempo. A empresa tem 51% das ações na CAI, cuja segunda maior acionista é a empresa de correios (19,50%) e a Etihad Airways, de Abu Dhabi, tem 49% e não permanecerá mais.
E todos estes detalhes foram debatidos neste final de semana em Trieste, quando da realização da 50a. edição da Barcolana, considerada a maior regata do mundo em participantes e que reuniu 2.689 barcos.


Assim, no cenário maritimo, mas com os negócios rolando entre o ar e a terra, o descontradio clima de festa emoldurou esta possibilidade de um acordo para a crise da Alitalia que vem se prolongando por vários anos.

Pois muito mais que uma regata, a Barcolana de Tireste é um dos eventos mais esperados no calendário italiano, especialmente   pelos amantes do mar e dos barcos a vela.
A regata foi fundada em 1969, quando 51 veleiros se reuniram para aproveitar um dia de ventos  do Sul italiano. As condições para participar  talvez expliquem o seu sucesso pois são muito simples: possuir um veleiro e querer compartilhar a paixão pelo mar com outras dezenas de fãs, regras que ainda se aplicam para colorir o mar de Trieste.
Não só a vela, os eventos organizados durante os 10 dias incluem atividades de lazer, artísticas, culturais, sociais e educacionais, todas unidas pelo tema do mar. O percurso é o habitual: 13 milhas a partir do espelho de água entre Barcola e Miramare e chegada à Piazza dell a Unità .

Pelo terceiro ano consecutivo o ganhador foi o barco Spirit of Portopiccoli, diante de 300 mil espectadores na orla, milhares deles colocando como assunto do dia as declarações do primeiro ministro Giuseppe Conti, feitas em Adis-Abeba, na Etiópia, e que se tornaram o assunto do dia em toda a Itália. 




Contatos

São Paulo/SP
Rua Martins Fontes, 330 - SALA BRAZIL
Centro - CEP: 01303-030
+55 (11) 3260-8488
+55 (11) 99679-7756

contato@guiadoturismobrasil.com

Rede Social


R J Publicidade e Marketing Ltda
CNPJ: 18.780.295/0001-21

© Copyright 2019 - Guia do Turismo Brasil | Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: DIGITATOS