Notícias

A CERVEJA MAIS ANTIGA DO MUNDO DATA DE 13 MIL ANOS

Descoberta em uma caverna de Israel, com a técnica que teria sido utilizada pelos antigos natufianos
Os pesquisadores chegaram a essa conclusão depois de analisar restos de morteiros de pedra que datam de cerca de 13.000 anos atrás, informa a National Geographic. Depois de descobrir que o pão mais antigo do mundo teve sua origem anterior à agricultura, 14.400 anos, em casas antigas no nordeste da Jordânia, agora é a vez de outro produto mundial, cada vez mais consumida seja industrializada ou artesanal.
O estudo desenvolvido por uma equipe da Universidade de Stanford indica que o  processo de fabricação de cerveja precedeu o surgimento dos primeiros casos de domesticação de culturas de cereais documentadas no Oriente Médio em vários milhares de anos.

A equipe de pesquisa em Raquefet, na  entrada da caverna, localizada no Monte Carmelo, onde foram encontrados traços de trigo, cevada e linho utilisadas para desenvolver a primeira variedade de cerveja.

De acordo com o estudo, as bebidas alcoólicas fermentadas têm desempenharam desde o inicio, um papel importante nos acontecimentos sociais das sociedades agrícolas s e no mundo urbano. As origens é que permaneciam como um mistério. Há muito havia especulações sobre a possibilidade de que a primeira cerveja na história tivesse estimulado o surgimento de cereais, uma hipótese que tinha muito pouca evidência científica.
Os pesquisadores decidiram analisar os restos botânicos encontrados dentro de alguns pedaços de pedra de 13 mil anos encontrados em túmulos na caverna Raqefet, lno Monte Carmelo, atualmente o norte de Israel.
Os cientistas concluíram que a produção de uma cerveja deu-se a partir de uma base de trigo e cevada que era utilizada na celebração de rituais de veneração aos mortos.

"Nosso objetivo não era procurar vestígios de álcool em argamassas de pedra", afirma Li Liu, diretor do estudo.  “Nós só queríamos investigar quais vegetais os habitantes dessa região comiam."
De acordo com Jiajing Wang, co-autor do estudo, essas primeiras cervejas estão longe da formula que conhecemos hoje . Eles eram basicamente uma mistura de ingredientes, seria algo semelhante ao a um mingau  Seis plantas diferentes – entre elas trigo, cevada, aveia e linho eram utilizadas no processo: primeiro a cevada germinada em água e secas e armazenadas, malte, em seguida, e a adição de leveduras. Finalmente  era coberto o recipiente com uma tampa, um ou mais dias para completar a fermentação. 
Segundo  Liu, a descoberta iria mostrar que a aparência de álcool não era necessariamente um resultado do excesso de produção agrícola , como se pensava anteriormente até agora, mas foi projetado para celebrar rituais e satisfazer as necessidades espirituais em um tempo antes do advento da agricultura.

A produção de cerveja pode ter até mesmo precedido a panificação, em algumas partes do mundo, segundo um novo estudo publicado na revista científica Journal of Archaeological Science .

A tese agora formulada coloca em contraposição o que se tinha até então, de que a cerveja originou-se na região da Mesopotâmia, com os sudérios, e onde a cevada cresce em estado selvagem. Os primeiros registros de fabricação de cerveja com aproximadamente 6 mil anos.  A Deusa da cerveja, Ninkasi, é uma figura feminina,as mulheres é que cuidavam da fabricação.

Já a mais antiga lei que regulamenta a produção e a venda de cerveja é a Estela de Hamurabi, que data de 1760 a.C. Nela, se condena à morte quem não respeita os critérios de produção de cerveja indicados.

Edição > Antonio Euryco 


Data de publicação desta Matéria 21-10-2018


Max Milhas

PARCEIROS

Contatos

São Paulo/SP
Rua Martins Fontes, 330 - SALA BRAZIL
Centro - CEP: 01303-030
+55 (11) 3260-8488
+55 (11) 99679-7756

contato@guiadoturismobrasil.com

Rede Social


R J Publicidade e Marketing Ltda
CNPJ: 18.780.295/0001-21

© Copyright 2020 - Guia do Turismo Brasil | Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: DIGITATOS