Notícias

AMPLIAÇÃO DO AEROPORTO DE FOZ PARA 4 MILHÕES DE PASSAGEIROS

Obras foram apresentadas pela Infraero ao Comtur enquanto 
cheia dava o espetáculo na abertura do vertedouro de Itaipu

Dois fatos interligados movimentaram o setor turístico de Foz do Iguaçu neste final de semana. O primeiro foi a auspiciosa noticia sobre a ampliação das áreas do aeroporto internacional, com instalações dos fingers e outras melhorias no valor de R$ 32,7 mihões com prazo final de obras até setembro do próximo ano.  
O outro foi o espetáculo que muitos turistas tiveram  quando a temporada de chuvas provocou a abertura do vertedouro da usina hidrelétrica de Itaipu, um dos principais atrativos da região. A usina está vertendo desde sábado à noite, um espetáculo das águas que não ocorria há seis meses.

A conjugação destes dois aspectos vai se completar na recepção e vinda de mais turistas para a cidade e região.O aeroporto vai aumentar seu status para a chegada, com mais voos programados e também um maior alcance internacional. 

Com a instalação de quatro pontos de embarque e desembarque, mais a ampliação das áreas de check-in, das salas de embarque e do saguão, e reforma do pátio de aeronaves, as melhorias do aeroporto são realizadas pela Infraero, como anunciou o superintendente em Foz, Joacir Araujo dos Santos em reunião junto aos membros do Comtur (Conselho Municipal do Turismo). O  andamento dos trabalhos e os benefícios das obras para passageiros e operadores turísticos tem prazo final de execução para setembro do ano que vem.. O valor do investimento soma R$ 32,7 milhões.

Após a conclusão da ampliação e revitalização, o Aeroporto  Internacional de Foz Iguaçu poderá movimentar mais de quatro milhões de passageiros, quase o dobro do movimento atual, 2,5 milhões.

No primeiro semestre deste ano já tinha sido assinado acordo entre a Infraero e a Itaipu Binacional para ampliação da pista de pousos e decolagens do terminal na fronteira trinacional  para mais de 3 mil metros e para a duplicação da pista de acesso com a duplicação para quatro faixas, alças de retorno, acostamentos, além de implantação de viadutos, ciclovia, passarela de pedestres e abrigos de ônibus.
.A ação tem investimento de R$ 70 milhões a ser aplicados pela empresa binacional.

O presidente do Comtur, Carlos Silva enfatizou que a ampliação e a revitalização do aeroporto são um sonho antigo das instituições que integram a Gestão Integrada do Turismo. “Os investimentos agora confirmados são um reconhecimento da importância do terminal para o turismo nacional e internacional. O aeroporto de Foz cresceu 14% no primeiro semestre deste ano."
Silva complementou: . “O esforço dos empresários da hotelaria e da gastronomia, dos receptivos e serviços e os atrativos, juntamente com essa obra de infraestrutura, fortalece a nossa cidade para receber e atender ainda mais turistas e visitantes.” 

“A repaginação vai dar um upgrade no nosso aeroporto, garantindo maior acessibilidade, conforto e segurança aos usuários”, destacou Gilmar Piolla, secretário de Turismo, Industria, Comércio e Projetos Estratégicos da administração municipal. “Também vai nos permitir melhorar a conectividade com os países da América do Sul e da América Central. Seremos, em cinco anos, o principal aeroporto da Região Sul do Brasil”, completou.


SHOW DAS ÁGUAS
As intensas chuvas de outubro modificaram o cenário visual da seca na bacia do Rio Paraná. Alguns dos mais de 40 reservatórios acima de Itaipu estão escoando o excedente não usado para a produção de energia. Com isso, sobrou água em Itaipu. A usina está vertendo desde sábado à noite, um atrativo a mais na visitação para os turistas

Passaram pelo vertedouro na tarde de domingo, 1.171 metros cúbicos de água por segundo, o equivalente a quase a vazão média das Cataratas do Iguaçu. A previsão é que o vertimento permaneça até  hoje segunda-feira (29). A última vez que Itaipu verteu foi em março deste ano, mas por questões operacionais. 

Neste ano, Itaipu já produziu mais de 78 milhões de
megawatts-hora ante 77 milhões de MWh no mesmo período de 2017.

É graças à mudança no tempo, do período de estiagem  que a bandeira tarifária de energia elétrica, que estava vermelha até este mês, passará a amarela a partir de novembro.

Fotos Itaipu / Divulgação Nilton Rolin e Kiko Sienrich

Edição > Antonio Euryco



PARCEIROS

Contatos

São Paulo/SP
Rua Martins Fontes, 330 - SALA BRAZIL
Centro - CEP: 01303-030
+55 (11) 3260-8488
+55 (11) 99679-7756

contato@guiadoturismobrasil.com

Rede Social


R J Publicidade e Marketing Ltda
CNPJ: 18.780.295/0001-21

© Copyright 2020 - Guia do Turismo Brasil | Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: DIGITATOS