Notícias

E O MINISTÉRIO DO TURISMO, COMO É QUE FICA ?

Ainda não foi dada alguma  posição do futuro governo , última reunião 
do Conselho Nacional pretendeu 

Para quem acompanha atentamente as coisas do trade e do turismo, até agora chega a ser insignificante a posição do turismo nos planos do governo de Jair Bolsonaro. Pouco ou quase nada se fala nos bastidores da transição. Não há sinais de uma pretensa prioridade para a área, apesar de tantas tentativas de recados, fóruns patrocinados, buscas de apoios políticos.


A moção de apoio será entregue aos representantes do governo de transição, juntamente com o balanço da atual gestão apresentado na 53ª reunião do Conselho (CNT) realizada no Costão do Santinho, em Florianópolis (SC). O documento diz ser um “retrocesso” extinguir ou fundir o MTur com outra pasta uma área responsável pela criação de um a cada cinco empregos no mundo e que pode crescer com enorme potencial. 
Na relação do MTur foram apontados o aumento de 39% no pedido de vistos após o e-Visa eletronico, a atração de empresas aéreas especializadas em passagens de baixo custo como a Sky Airline (já operando) e a  Norwegian, o empenho de R$ 450 milhões para obras estratégicas de infraestrutura e a disponibilização de R$ 410 milhões para micro empresas pelo Fungetur, além dos R$ 3,8 bilhões em projetos apresentados ao Prodetur e a inscrição, até o momento, de 25 mil pessoas no curso de qualificação Brasil Braços Abertos (BBA).
Autor da proposta de elaboração de um documento em defesa da manutenção do MTur, Elzário Pereira da Silva Júnior sustentou que o setor "não deve se calar" diante da perspectiva do novo governo em fundir o Turismo a outra(s) pasta(s) do governo. "Temos de manter essa conquista histórica", defendeu o turismologo e presidente da ABBTur (Associação dos Bachareis).

Desde a criação do Ministério do Turismo, segundo dados do próprio órgão, o setor registrou um salto na movimentação econômica de US$ 24,3 bilhões, em 2003, para US$ 163 bilhões, em 2017. Mas, o numero de turistas estrangeiros recebidos no pais continua no patamar nada significativo de 6,5 milhões/ano.

Em pauta na reunião do CNT a aprovação do ingresso da Associação Brasileira das Ilhas Turísticas (Abitur), o balanço das câmaras temáticas e a  a apresentação da nova campanha de marketing do ministério, provavelmente a sua ultima. Ela trabalhará as  belezas e atrativos turísticos dos parques nacionais e o potencial do setor de viagens para a criação de empregos 
Para mostrar a beleza ecológica do em um exemplo dos atrativos naturais, o MTur convidou influenciadoras digitais para conhecerem as unidades da Chapada dos Veadeiros (GO) e Itatiaia (RJ) e registrarem suas impressões. Os vídeos serão disponibilizados em dezembro nas redes do MTur. 

Edição > Antonio Euryco

PARCEIROS

Contatos

São Paulo/SP
Rua Martins Fontes, 330 - SALA BRAZIL
Centro - CEP: 01303-030
+55 (11) 3260-8488
+55 (11) 99679-7756

contato@guiadoturismobrasil.com

Rede Social


R J Publicidade e Marketing Ltda
CNPJ: 18.780.295/0001-21

© Copyright 2020 - Guia do Turismo Brasil | Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: DIGITATOS