Notícias

RESTAURANTES RECORREM A TECNOLOGIA PARA MELHORAR A GESTÃO NA RETOMADA DAS ATIVIDADES




 

Restaurante no Cambuí, em Campinas, está com vagas abertas há dois meses e não consegue contratar. 
Foto: divulgação
Estabelecimentos estão adotando cada vez mais tecnologia para organizar a frequência do público, otimizar a gestão e evitar desperdícios, diante da falta de mão de obra no setor.
Com menos mão de obra disponível e preocupação com adequações para a retomada das atividades, os restaurantes recorrem à tecnologia para organizar a frequência do público, melhorar a gestão e evitar desperdícios. Além dos cardápios acessados por QR Code, os gestores lançam mão de soluções para otimizar o atendimento e propiciar ao frequentador uma verdadeira experiência gastronômica neste retorno em tempos de pandemia.
A confiança pela retomada do faturamento nos restaurantes, segundo a mais recente pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas em conjunto com o Sebrae, chega a 92,2%. “Embora haja otimismo, temos muitos desafios a enfrentar”, afirma o chef Guilherme Mazer, sócio da MTN BBQ Grill, casa de churrasco localizada no Cambuí, um dos endereços mais nobres de Campinas.
Uma preocupação que acompanha a retomada das atividades, destaca Mazer, é a dificuldade para a contratação de mão de obra. “Como houve uma grande instabilidade, em função das fases de flexibilização definidas pelo governo, muitos profissionais acabaram migrando para áreas que sofreram menos impacto com a pandemia”, diz. “Além disso, é grande o número de trabalhadores que voltaram para suas cidades de origem em busca de oportunidades”.

Nos últimos três meses, o número de novos restaurantes procurando a startup aumentou 150%.
Foto: divulgação
A MTN BBQ Grill, casa que privilegia os cortes diferenciados e modos de preparo do churrasco com sotaques argentino, uruguaio, americano e, pronunciadamente, brasileiro, tem utilizado a tecnologia para melhor atender o público. “O QR Code, por exemplo, que o cliente usa para consultar o cardápio e fazer o pedido, nos permite fazer uma gestão mais eficiente desde a comanda até o fechamento da conta no caixa. Isso tem nos ajudado a ser mais eficientes, diante da falta de funcionário”, afirma Mazer, que atualmente está com vagas abertas há dois meses e não consegue contratar.
Neste período de retomada, o controle da capacidade de público, como medida de prevenção para evitar a disseminação do novo coronavírus, é uma das grandes preocupações dos proprietários de restaurante. Neste sentido, o aplicativo desenvolvido pela startup Primeira Mesa vem para incrementar os recursos tecnológicos à disposição dos estabelecimentos do setor. Nos últimos três meses, o número de novos restaurantes procurando a startup aumentou 150%.
Com o App, o consumidor faz reservas em restaurantes e bares, não espera em filas e tem 50% de desconto no cardápio de alimentação. “A tecnologia permite que o proprietário do restaurante consiga saber quantas pessoas esperar e controlar o horário para fazer a distribuição mais adequada do público, de acordo com a sua capacidade de atendimento”, afirma Adriana Duarte, sócia da startup.
A possibilidade de saber, antecipadamente, o número de mesas reservadas tem impactado positivamente na gestão diária do restaurante, que consegue também evitar desperdícios de alimentos. “Sem contar a comodidade. O uso do app, além de vantagem financeira, permite ao cliente desfrutar o retorno à boa mesa com segurança para ter uma experiência gastronômica da qual nos privamos neste período de pandemia”, conclui.

Edição Rose Cecilia
Data de publicação desta Matéria 02-08-2021
Regulamento das Notícias


PARCEIROS

Contatos

São Paulo/SP
Rua Martins Fontes, 330 - SALA BRAZIL
Centro - CEP: 01050-000
+55 (11) 99679-7756

contato@guiadoturismobrasil.com

Rede Social


© Copyright 2022 - Guia do Turismo Brasil | Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: APLICARI