Notícias

URUGUAI SE POSICIONA COMO DESTINO PARA TURISMO DE OBSERVAÇÃO DE AVES

Mais de 500 espécies de aves podem ser avistadas a curta distância no vizinho
O gorjear e a coloração das asas de albatrozes, petréis, “capuchinos” e cardeal amarelo, espécies ameaçadas que ainda estão no Uruguai, deslumbram milhares de turistas que buscam anualmente uma aproximação visual com essas aves.

Em apenas uma saída, o turista pode visualizar até 90 variedades de pássaros no Uruguai. O país ganhou espaço no turismo de avistamento de aves. A região reúne uma diversidade de espécies possíveis de observar a curtas distâncias e em pouco tempo, incluindo algumas ameaçadas de extinção das quais é possível a observação fácil e acessível.

Não é de surpreender que o "Río de Los Pájaros Pintados" ou Rio Uruguai, no Guarani, seja o nome do rio, que deu nome ao país por causa da diversidade de pássaros que voam sobre o céu uruguaio. Hoje, são mais de 500 espécies entre as residentes e as dos movimentos migratórios, determinadas pelo fenômeno das mudanças climáticas.

Segundo o biólogo Adrián Stagi, coordenador executivo da organização “Aves Uruguay”, o vizinho tem “condições extraordinárias para a prática do ecoturismo em áreas naturais e rurais”. A porta de entrada para a observação de aves no Uruguai é o “Parque Nacional Esteros de Farrapos”, na zona costeira do país (chamado "Corredor de los Pájaros Pintados"), há 5 ecossistemas convergentes e isso permite observar todas as variedades de aves.

O parque é acessado a partir de Nuevo Berlín, a 45 km da cidade de Fray Bentos e acessado pela Rota Nacional Nº 20. A cidade possui a estação fluvial Nuevo Berlín, para o desenvolvimento de atividades náuticas recreativas no rio Uruguai, com um centro de informações turísticas.

ITINERÁRIOS
Os pacotes de observação podem variar de 4 horas a 5 dias e custam em torno de US $ 39 por pessoa ao dia. Os itinerários são montados de acordo com o interesse e espécie de avistamento que o visitante deseja ver, podendo variar entre espécies aquáticas, facilmente localizadas nos banhos de Rocha; os pássaros de Montes, nas “Quebradas del Norte” ou “Bella Unión”; e em uma única saída para a praia de Santiago Vázquez, Apenino e Pascual, onde se avistam até 94 espécies de aves.

O perfil do turista varia entre quem busca apenas registrar o momento e quem gosta de contemplá-lo e aprofundar as informações sobreas espécies. Apesar da maioria ainda ser de adultos e idosos, a quantidade de famílias e casais vem crescendo cada dia na escolha desse tipo de turismo.

As aves mais frequentes são: “hornero”, pica-pau, pombo-de-asa-pintada, aves de rapina, espécies ameaçadas de extinção, espécies espinhais – regiões natural uruguaia - entre outras. O diferencial do país é que se pode encontrar albatrozes e petréis, espécies ameaçadas de extinção, como dragão, “capuchinos”, “chorlos” e “prayeros”, “sporophila” e cardeal amarelo.

Pontos chaves da observação
Parque Lecocq
Guazuvirá
Balneario Solís
Laguna de Rocha
Bosque de Ombúes
Parque Santa Teresa
Parque San Miguel
Bañado de los Indios

DADOS ÚTEIS
Empresas que oferecem tours:
Ecotours Uruguay
Birding Tours Punta del Este
Colonia Birding
Birding With Me
Birapitá Birdwatching
 
Valor estimado: U$S 39 por pessoa ao dia

Fotos: Matias Belbey e S. Javier
Edição: Rose Cecília

PARCEIROS

Contatos

São Paulo/SP
Rua Martins Fontes, 330 - SALA BRAZIL
Centro - CEP: 01303-030
+55 (11) 3260-8488
+55 (11) 99679-7756

contato@guiadoturismobrasil.com

Rede Social


R J Publicidade e Marketing Ltda
CNPJ: 18.780.295/0001-21

© Copyright 2019 - Guia do Turismo Brasil | Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: DIGITATOS