Notícias

Cinco destinos para aproveitar a neve em Bariloche
A cidade argentina conta com infraestrutura preparada para esportes de neve, atividades de aventura e de contemplação

Foto: Emprotur
Há menos de um mês para o inverno, os amantes do frio já se programam para aproveitar o que de melhor a temporada pode oferecer. Para quem gosta de apreciar a neve, Bariloche, na Argentina, é uma das cidades mais próximas do Brasil com incidência de nevadas e preparada para receber os turistas brasileiros durante o período. A expectativa da Emprotur, entidade de fomento ao turismo de Bariloche, é que a taxa de ocupação das hospedagens fique acima de 90% entre julho e agosto.
A partir de 3 de julho, o Brasil contará com voos diários diretos com destino a Bariloche e saída do aeroporto de Guarulhos (São Paulo). Neste ano, entre as novidades está a revitalização do Cerro Catedral, centro de esqui mais desenvolvido da América do Sul, que ganhou desde 2022 novas pistas e meios de elevação.
“Bariloche espera os ‘hermanos’ brasileiros de braços abertos para apreciar os esportes de neve e as atividades de aventura na cidade, além das paisagens que ficam vestidas de branco com os flocos de neve. Há atividades nas montanhas, como arvorismo, trenó, raquete de neve e quadriciclo de neve, e em outros pontos também, como trilhas para caminhadas, passeios a cavalo na estepe e passeios nos lagos. Sem contar ainda a gastronomia da cidade, recheada de chocolates, cervejas artesanais, chocolate quente e pratos regionais”, destaca o diretor-executivo da Emprotur, Diego Piquin.

Piquin também listou as opções mais requisitadas pelos turistas durante o inverno em Bariloche. Confira:

Cerro Catedral
Conhecido também como Catedral Alta Patagônia, o Cerro Catedral abriga o maior centro de esqui da América do Sul e recebe cerca de 600 mil visitantes a cada inverno. Possui 29 meios de elevação, 1.200 hectares com mais de 60 pistas para a prática de esqui, snowboard e outros esportes de neve. Para este ano, o local contará com novas pistas de esportes de neve e mais um teleférico quádruplo para subir ao topo da montanha. Do alto, o turista pode apreciar os mirantes e as paisagens dos lagos Nahuel Huapi e Gutiérrez, além da Cordilheira dos Andes e o Cerro Tronador. Da base da montanha partem passeios de moto de neve por 7 km passando por caminhos brancos até chegar a um refúgio com gastronomia regional.
 
Cerro Campanario
Para quem gosta de apreciar as paisagens da região, o Cerro Campanário é bastante requisitado. O lugar é considerado entre os oito com as vistas mais bonitas do mundo, segundo a National Geographic. Com acesso por meio de um teleférico, o topo da montanha conta com vários mirantes, além de uma confeitaria para quem quer degustar bebidas quentes, tortas e doces. Pelo local, é possível observar os lagos Nahuel Huapi e Moreno, a lagoa El Trébol, a península San Pedro, a Ilha Victoria, os cerros Otto, López, Catedral e as árvores da Colonia Suiza.
 
Piedras Blancas
Para quem gosta de aproveitar a neve, em Piedras Blancas a prática do esqui também é possível. São 3 mil metros de pistas exclusivas para a prática de skibunda, descida de trenós e tirolesa, além de uma pista de snow tubing de mil metros. Outra atração do local é o Parque Euca, que tem 60 jogos e desafios, como pontes suspensas, redes, círculos de aço, tubos circulares de madeira e tirolesas.
 
Cerro Otto
O Cerro Otto fica a dez quilômetros do centro de Bariloche, possuindo um caminho principal e trilhas para mountain bike e caminhadas. Para chegar ao cume da montanha, há ainda teleféricos disponíveis para os visitantes. Lá no alto, destaque para as pistas de esqui nórdico e esqui alpino. Para quem gosta de contemplar a paisagem, o Cerro dá a possibilidade de apreciar a vista da cidade, do lago Nahuel Huapi, do lago Gutiérrez, dos montes Leones e Viilegas, de parte da estepe patagônica, do lago Moreno, além da Cordilheira dos Andes do Cerro Catedral.
No Cerro Otto, localiza-se ainda a única confeitaria giratória do país com estrutura de vidro. Ela permite que os usuários possam desfrutar de várias paisagens em uma mesma experiência. O Albergue Berghoff, que abriga o Museu do Esqui é outra atração do Cerro Otto, que ainda abriga o Refugio Arelauquen, que permite relaxar contemplando o fogo da lareira, à luz de velas e com vista para os lagos Nahuel Huapi, Moreno e Gutiérrez, além da cordilheira e da Patagônia. O trajeto para chegar ao local passa por trilhas de montanha. Há também a possibilidade de fazer o percurso em motos de neve por dentro de um antigo bosque.

Circuito Chico
O caminho mais tradicional para conhecer Bariloche é o?Circuito Chico que, em alguns períodos do inverno, fica vestido de branco por conta da neve. O percurso começa no centro da cidade, segue pela margem Sul do lago Nahuel Huapi e passa pela península de San Pedro, pelo porto Pañuelo, pela Villa?Llao?Llao e pelo parque municipal (ideal para caminhadas pelo bosque. O passeio ainda contempla a Villa?Tacul?e a ponte do arroio?Angostura. Pela trilha, há?ainda?a possibilidade de conhecer a?Colônia?Suiza, com chácaras e campings.?No Circuito Chico, a visita ao Cerro Capilla também é requisitada, já que o local possui um dos mirantes mais atrativos da cidade. Além disso, há também o Cerro López, que fica a mais de 2 mil metros acima do nível do mar, onde é possível contratar passeios a cavalo, fazer arborismo e se aventurar com raquetes na neve. O destino ainda oferece uma excursão que percorre três albergues de montanha: o López, o Roca Negra e o Extremo Encantado.

Para mais informações de Bariloche, visite

Instagram @barilochebrasil e @barilochear


Site


Foto: Emprotur Bariloche

Sobre a Emprotur Bariloche 
A Emprotur é uma entidade mista responsável pelo fomento e promoção turística de Bariloche, um dos destinos mais requisitados da Argentina. A cidade abriga o centro de esqui mais desenvolvido da América do Sul, o Cerro Catedral, além de ter também o Cerro Campanário, considerado o oitavo lugar na lista das melhores vistas do mundo, segundo a National Geographic, e outros pontos turísticos ideais para a contemplação, como o Cerro Otto e o lago Nahuel Huapi. Bariloche é a capital nacional do turismo de aventuras, possuindo opções para a prática dos esportes de neve e de outras modalidades, como mountain bike, rafting, navegação e trekking. Localizada na região da Patagônia argentina, também é internacionalmente reconhecida pela produção de chocolates e cervejas artesanais.

Edição Rose Cecilia
Data de publicação desta Matéria 24-05-2023
Regulamento das Notícias


PARCEIROS

Contatos

São Paulo/SP
Rua Martins Fontes, 364 - SALA 904
Centro - CEP: 01050-000
+55 (11) 99679-7756

contato@guiadoturismobrasil.com
© Copyright 2023 - Guia do Turismo Brasil | Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: APLICARI