Notícias

O ROUBO DE 150 TARTARUGAS GIGANTES EM GALÁPAGOS

Mais de uma centena delas foram levadas no segundo roubo do ano
Visitar as ilhas que formam Galápagos (no litoral do Equador) constituem um sonho de boa parte dos aventureiros. ambientalistas,ou mesmo aqueles que apreciam viagens de experiências para destinos exóticos.
Galápagos é moradia de uma fauna diversificada, e entre seus habitantes emblemáticos estão as tartarugas gigantes. 
Pois um recente e enigmático roubo está ameaçando a viabilidade do destino. Mais de 120 tartarugas gigantes foram roubadas de uma instalação de criação no famoso arquipélago. "Foram  todos levados de uma só vez, ao todo 123. Foi um assalto", afirmou o parlamentar equatoriano Washington Paredes, ao denunciar o acontecimento.
As tartarugas estão lá. Se alguém quiser entrar de noite e roubar, eles podem, acrescentou Paredes, apontando que a instalação na Ilha Isabela está mal protegida. Não há sensores de luz ou câmeras de segurança.
Uma investigação foi aberta pelas autoridades. Os responsáveis poderão ter uma sentença de 10 anos de prisão. 
Não se trata da primeira vez que as tartarugas são roubadas neste ano em  Galápagos. Em junho, mais de duas dúzias de tartarugas adultas foram devolvidas às ilhas depois de serem contrabandeadas para o Peru.  

Galapagos, um  destino visitado por entusiastas da vida selvagem foi designado pela UNESCO como Patrimônio Mundial há quatro décadas e é o habitat de um total de 12 espécies de tartarugas gigantes, além de uma enorme variedade de animais, incluindo iguanas, focas, tubarões-martelo, manta raios, pinguins, tartarugas, tartarugas e uma enorme série de aves e o lar da única espécie de pinguim selvagem.

A FAMA DE GEORGE
Quem já não ouviu falar do celebre e centenário George ? O último  sobrevivente da subespécie Chelonoidis nigra abingdon, macho e denominado "Lonesome George"  morreu no dia 24 de junho de 2012 sem deixar descendentes, apesar de todo o esforço  para algum tipo de procriação. 
O quelônio era oriundo da ilha Pinta, a mais setentrional das Galápagos, e foi resgatado em 1972 por um grupo de caçadores.  A partir de então, entrou em um programa de criação em cativeiro da DPNG. Foram realizadas diferentes iniciativas para a reprodução, inicialmente com fêmeas da espécie do vulcão Wolf da ilha Isabela, com as quais conseguiu acasalar após 15 anos de convivência, mas os ovos não foram férteis. Depois, George passou a recusar o acasalamento e nem mesmo um tratamento psicológico surtiu efeitos. 
Levado aos Estados Unidos para um tratamento de taxidermia  esteve durante um ano na coleção do Museu de História Natural de Nova York. Depois retornou para a Estação Charles Darwin, na ilha de Santa Cruz, onde continua como grande atração, em uma ala exclusiva. 
George, a mais famosa tartaruga-gigante, tinha 1,5 metro de comprimento e pesava 90 quilos.


MARAVILHA ECOLÓGICA
Localizadas no Oceano Pacifico, a 600 km. do litoral do Equador, as 18 ilhas e 107 rochas e ilhotas compõem este santuário protegido da vida selvagem com formação rochosa, e vulcões (alguns ainda ativos)
Entre os lugares de maior visitação, La  Espanola (Hood) Island, com uma praia para nadar e mergulhar; Isabela (Albemarle) Island, a única ilha do arquipélago atravessada pelo equador e local da cidade de Puerto Villamil; a  Ilha de San Cristobel (Chatham), onde se localiza Puerto Baquerizo Moreno, a capital da província; e Santa Cruz um centro de reprodução de tartarugas e lar da maior população humana do arquipélago em Puerto Ayora.
Uma maneira considerada entre as melhores para visitar as Ilhas Galápagos é através de um cruzeiro a bordo de um dos vários navios pequenos e linhas de estilo com navios que transportam não mais do que 100 passageiros, incluindo o  Ecoventura, Celebrity Xpedition e Galapagos Explorer II.  A maioria das embarcações  trabalha com reserva antecipada para as altas estações: julho, agosto, dezembro e início de janeiro. 
O aeroportos de Baltra na ilha com o mesmo nome e o de San Cristobal, são servidos por duas companhias aéreas locais que oferecem voos a partir de Quito e Guaiaquil
Dezembro a Maio é a estação mais quente, Junho a Dezembro é mais seco e frio.

Edição Antonio Euryco 

Contatos

São Paulo/SP
Rua Martins Fontes, 330 - SALA BRAZIL
Centro - CEP: 01303-030
+55 (11) 3260-8488
+55 (11) 99679-7756

contato@guiadoturismobrasil.com

Rede Social


R J Publicidade e Marketing Ltda
CNPJ: 18.780.295/0001-21

© Copyright 2018 - Guia do Turismo Brasil | Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: DIGITATOS